Principais fatores que afetam a precocidade de novilhas nelores e a classificação do sistema de produção precoce: uma revisão

Autores

  • Edmarcos Ferreira Andrade Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária (PPGVET-IFNMG)
  • Dérek Freitas Ferreira Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária (PPGVET-IFNMG)
  • Paulo Eduardo Ferreira dos Santos Instituto Federal do Norte de Minas Gerais – Campus Almenara
  • Antônio Eustáquio Filho Instituto Federal do Norte de Minas Gerais – Campus Salinas

DOI:

https://doi.org/10.46636/recital.v2i3.132

Palavras-chave:

Bovinocultura. Precocidade. Rentabilidade.

Resumo

Por muito tempo a precocidade para a raça Nelore foi uma questão-paradigma para os criadores de bovinos de corte. No entanto, nos últimos anos, muitas dessas questões vêm sendo esclarecidas, e agora, sem tantos receios como em tempos passados, pode-se dizer com segurança que a raça Nelore possui animais precoces, e a utilização e multiplicação desses genes voltados à precocidade em um rebanho são essenciais para a manutenção de uma pecuária cada vez mais rentável. Para que essa precocidade possa ser utilizada de uma forma adequada é preciso entender que ela não pode ser tratada como um fator isolado, é necessário compreender que a nutrição, o melhoramento genético e a sanidade são fundamentais para que se alcance os objetivos traçados, reduzindo assim o período de inatividade dos animais no rebanho. Diante do exposto, este trabalho tem como objetivo realizar uma revisão bibliográfica acerca dos principais fatores que influenciam a puberdade de novilhas Nelores, assim como caracterizar o sistema de produção precoce.

Downloads

Publicado

2021-04-09

Como Citar

FERREIRA ANDRADE, E.; FERREIRA, D. F.; SANTOS, P. E. F. dos .; FILHO, A. E. Principais fatores que afetam a precocidade de novilhas nelores e a classificação do sistema de produção precoce: uma revisão. Recital - Revista de Educação, Ciência e Tecnologia de Almenara/MG, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 57–72, 2021. DOI: 10.46636/recital.v2i3.132. Disponível em: http://recital.almenara.ifnmg.edu.br/index.php/recital/article/view/132. Acesso em: 7 maio. 2021.