Avaliação do escore de cio e sua influência na taxa de concepção em vacas nelores no Norte de Minas Gerais

Autores

  • Everton Tadeu Negrão Pereira Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária (PPGVET-IFNMG)
  • Francisco Eduardo de Freitas Neto BR Embriões
  • Ana Lis Siqueira Cordeiro BR Embriões
  • Lorena Mariara de Teixeira Silva Instituto Federal do Norte de Minas Gerais – Campus Salinas
  • Yássica Neves de Figueiredo Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - Campus Salinas

DOI:

https://doi.org/10.46636/recital.v2i3.129

Palavras-chave:

Bovinos de Corte , Reprodução Animal, Inseminação Artificial em Tempo Fixo

Resumo

Estre trabalho tem o objetivo de mostrar a importância da manifestação do cio em protocolos de IATF para possíveis associações visando maiores resultados de concepção nos protocolos de inseminação artificial. Para avaliarmos a intensidade da manifestação de cio, neste trabalho, criamos um método visual com a avaliação da presença ou não de tinta na base da cauda dos animais protocolados, ao qual denominaremos escore, sendo 0 (apresentou cio intenso), 1 (apresentou cio de menor intensidade) e 2 (apresentou pouco cio). Avaliamos neste trabalho 6.624 fêmeas bovinas da raça nelore, onde utilizamos o protocolo 4 manejos Zoetis, sendo que no D9 era utilizado o bastão de tinta na base da cauda dos animais para posterior avaliação de resíduos desta tinta no animal, sugerindo assim, a intensidade de apresentação de cio de acordo com o escore de tinta. Com o presente trabalho, obteve a taxa de prenhez confirmada aos 30 a 35 dias após a inseminação, com resultado de 54%, 40% e 31% respectivamente, desta maneira, obtivemos maiores taxas de concepção nos animais que apresentaram menos tinta, demonstrando a correlação positiva entre a manifestação de estro com a taxa de concepção.

Downloads

Publicado

2021-04-09

Como Citar

PEREIRA, E. T. N.; FREITAS NETO, F. E. de; CORDEIRO, A. L. S.; SILVA, L. M. de T.; FIGUEIREDO, Y. N. de. Avaliação do escore de cio e sua influência na taxa de concepção em vacas nelores no Norte de Minas Gerais. Recital - Revista de Educação, Ciência e Tecnologia de Almenara/MG, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 32–45, 2021. DOI: 10.46636/recital.v2i3.129. Disponível em: http://recital.almenara.ifnmg.edu.br/index.php/recital/article/view/129. Acesso em: 7 maio. 2021.