Molibdênio e cobalto associado ao glifosato em soja geneticamente modificada

Autores

  • Gessimar Nunes Camelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – Campus Campo Novo de Parecis https://orcid.org/0000-0002-7651-2139
  • Igo Leite da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – Campus Campo Novo de Parecis
  • Taison Souto Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais – Campus Almenara
  • Thiago Geiel Vieira Azevedo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – Campus Campo Novo de Parecis
  • Andreia de Oliveira Vieira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – Campus Campo Novo de Parecis

DOI:

https://doi.org/10.46636/recital.v4i3.336

Palavras-chave:

Micronutrientes., Análise foliar., Glycine max L. .

Resumo

Objetivou-se neste estudo avaliar o efeito da aplicação do molibdênio (Mo) e do cobalto (Co) junto ao herbicida glifosato em operação de controle de plantas daninhas em pós-emergência da cultura da soja geneticamente modificada, em duas formas de aplicação do Mo e do Co (via semente ou foliar) na nutrição nitrogenada da soja. Para isso, foi realizado experimento em área de sistema de cultivo convencional em delineamento experimental em blocos casualizados, em esquema fatorial 3 x 2 x 2 com quatro repetições. Os fatores estudados foram as três doses de Mo (0; 20 e 40 g ha-1), duas doses de Co (0 e 2,5 g ha-1) e duas formas de aplicação dos micronutrientes (via semente ou via foliar junto ao herbicida), totalizando 12 tratamentos. A aplicação do molibdênio junto ao herbicida glifosato, proporciona melhoria na nutrição nitrogenada e proteica dos grãos da soja. O teor de nitrogênio e de proteínas não é influenciado pela aplicação de Co associado ao glifosato em mistura de calda, independentemente da forma de aplicação via sementes ou por via foliar.

Biografia do Autor

Igo Leite da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – Campus Campo Novo de Parecis

Engenheiro Agronomo pelo Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Campo Novo do Parecis

Taison Souto Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais – Campus Almenara

Bacharelando do Curso de Agronomia do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais - Campus Almenara.

Thiago Geiel Vieira Azevedo, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – Campus Campo Novo de Parecis

Discente do Curso Bacharelado de Agronomia do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Campo Novo do Parecis.

Andreia de Oliveira Vieira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – Campus Campo Novo de Parecis

Professora do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Campo Novo do Parecis.

Downloads

Publicado

18.01.2023

Como Citar

CAMELO, G. N.; LEITE DA SILVA, I.; SOUTO SILVA, T.; THIAGO GEIEL VIEIRA AZEVEDO, T.; DE OLIVEIRA VIEIRA, A. Molibdênio e cobalto associado ao glifosato em soja geneticamente modificada. Recital - Revista de Educação, Ciência e Tecnologia de Almenara/MG, [S. l.], v. 4, n. 3, p. 124–136, 2023. DOI: 10.46636/recital.v4i3.336. Disponível em: https://recital.almenara.ifnmg.edu.br/index.php/recital/article/view/336. Acesso em: 4 fev. 2023.