Uso de lasalocida sódica em rebanhos leiteiros - revisão bibliográfica

Autores

  • Betania Barreiros dos Santos Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária (PPGVET-IFNMG)
  • Francisco Luiz Sena Franco Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária (PPGVET-IFNMG)
  • Wolff Camargo Marques Filho Instituto Federal Goiano (IFGoiano)

DOI:

https://doi.org/10.46636/recital.v2i3.115

Palavras-chave:

Aditivos, Coccidiostáticos, Gado de leite, Lasalocida

Resumo

O uso de aditivos que exercem a função de antibióticos, em doses controladas, é uma ferramenta cada vez mais empregada nos sistemas de produção. Tecnologias utilizadas na nutrição exercem destaque no Brasil, uma vez que há busca por maior eficiência de produção. Neste contexto, o uso de ionóforos, óleos funcionais, extratos vegetais, como aditivos a serem incluídos na dieta de ruminantes, crescem positivamente. O uso da lasalocida sódica, proveniente da classe dos ionóforos, na alimentação animal permite potencializar os ganhos no desempenho produtivo. Seu efeito ocorre através da manipulação da fermentação ruminal, selecionando microrganismos ruminais, tornando a síntese de produtos provenientes da digestão no rúmen mais eficientes. A lasalocida, assim como outros ionóforos, proporcionam alterações na composição da microbiota ruminal, acelerando os processos benéficos, como a degradação da fibra, redução na produção de metano e excesso de lactato, mantendo assim o pH estável. Posto isso, objetivou-se, a partir deste trabalho, reunir aporte teórico via revisão da literatura, acerca da utilização de aditivos modificadores da fermentação ruminal, como a lasalocida, referentes às funções metabólicas e no desempenho produtivo de bovinos de leite e seus resultados, quanto a diminuição das perdas de energia e redução de gases nocivos.

Downloads

Publicado

2021-04-09

Como Citar

SANTOS, B. B. dos; FRANCO, F. L. S.; MARQUES FILHO, W. C. Uso de lasalocida sódica em rebanhos leiteiros - revisão bibliográfica. Recital - Revista de Educação, Ciência e Tecnologia de Almenara/MG, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 10–17, 2021. DOI: 10.46636/recital.v2i3.115. Disponível em: http://recital.almenara.ifnmg.edu.br/index.php/recital/article/view/115. Acesso em: 7 maio. 2021.