Narrativas pessoais:

manifestação e ressignificação identitária durante a pandemia da covid-19

Autores

  • Rosilene dos Anjos Sant'Ana Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - Campus Teófilo Otoni
  • Ana Carolina Freire Foratini
  • Maria Giulya Ramos Reis
  • Bruno Barbosa Ferraz

DOI:

https://doi.org/10.46636/recital.v4i1.176

Palavras-chave:

Isolamento Social, Relatos, Identidades

Resumo

No final de 2019, a população mundial foi surpreendida pela pandemia viral da Covid-19. Essa situação levou muitas pessoas a se depararem com realidades que lhes exigiram o repensar de seu agir no mundo. Essa exigência causou ressignificações identitárias, uma vez que as identidades passam por processos oscilantes (SILVA, 2000). Por conseguinte, observar o processo de manifestação das identidades e reconhecê-las como cambiáveis pode melhorar a relação que cada um tem consigo e isso, em tempo de isolamento, se torna crucial para tentar amenizar os obstáculos que a falta de convívio social pode gerar. Partindo dos resultados da análise de narrativas nas quais os participantes expressaram como era o dia a dia na pandemia, este trabalho, que faz parte do projeto de pesquisa Relatos Pessoais: Narrativa e Construção Identitária em Contexto de Isolamento Social, objetiva apresentar parte dos dados que foram analisados, identificando as manifestações identitárias nos relatos dos participantes e apontar quais fatores influenciaram o processo de construção e reconstrução identitária.

 

Downloads

Publicado

26.05.2022

Como Citar

SANT’ANA, R. dos A.; FORATINI, A. C. F.; REIS, M. G. R.; FERRAZ, B. B. Narrativas pessoais:: manifestação e ressignificação identitária durante a pandemia da covid-19. Recital - Revista de Educação, Ciência e Tecnologia de Almenara/MG, [S. l.], v. 4, n. 1, p. 138–158, 2022. DOI: 10.46636/recital.v4i1.176. Disponível em: https://recital.almenara.ifnmg.edu.br/index.php/recital/article/view/176. Acesso em: 7 out. 2022.