Doses de molibdênio no crescimento de rúcula

Autores

  • Luiz Gustavo de Oliveira Luz Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Christiano da Conceição de Matos Universidade do Estado de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.46636/recital.v4i3.324

Palavras-chave:

Adubação foliar, Brássicas, Eruca sativa, Hortaliças, Micronutriente

Resumo

A utilização de micronutrientes em hortaliças é uma prática que pode trazer resultados benéficos para a cultura. Muitas olerícolas da família Brassicaceae são exigentes em micronutrientes como o molibdênio e a utilização desse nutício é essencial para o desenvolvimento adequado da cultura. Todavia, há carência de recomendações adequadas desse micronutriente para o cultivo da rúcula (Eruca vesicaria ssp. sativa), em especial sobre a aplicação via foliar. Diante disso, esse trabalho teve como objetivo avaliar a influência do uso do molibdato de sódio, em aplicação via foliar, no crescimento de plantas de rúcula. A pesquisa foi realizada em ambiente aberto, onde plantas de rúcula foram cultivadas em recipientes plásticos. Foram avaliadas cinco doses de molibdado de sódio (0; 0,30; 0,45; 0,60 e 0,90 g L-1), aplicadas via foliar, em plantas de rúculas variedade Astro aos 19 dias após plantio. As doses de molibdato de sódio influenciaram o crescimento em altura, número de folhas, largura de folha, massa fresca e massa seca da rúcula. De maneira geral, para todas essas variáveis, houve máximo crescimento da planta com a aplicação da dose de 0,3 g L-1 de molibdato de sódio. Observou-se que a aplicação da dose de 0,90 g L-1 do adubo foliar reduziu fortemente o crescimento da rúcula e causou sintomas de intoxicação, caracterizados por alteração na coloração da haste para cor azul arroxeada, folhas flácidas e com aspecto opacos. Conclui-se que o fornecimento de molibdênio, via adubação foliar, melhora o crescimento de rúcula, apresentando-se como uma prática com potencial para ser adotada por produtores para aumentar o rendimento dessa cultura.

Downloads

Publicado

18.01.2023

Como Citar

LUZ, L. G. de O.; DA CONCEIÇÃO DE MATOS, C. Doses de molibdênio no crescimento de rúcula. Recital - Revista de Educação, Ciência e Tecnologia de Almenara/MG, [S. l.], v. 4, n. 3, p. 60–75, 2023. DOI: 10.46636/recital.v4i3.324. Disponível em: https://recital.almenara.ifnmg.edu.br/index.php/recital/article/view/324. Acesso em: 3 fev. 2023.